Como impulsionar negócios através das redes sociais – entrevista com Priscila Stuani

Como impulsionar negócios através das redes sociais – entrevista com Priscila Stuani

No próximo dia 2 o RSbloggers promove o 1º Encontro de Influenciadores Digitais RS (serviço ao final do texto), com o tema “Influenciando através do Vídeo”. Uma das palestrantes convidadas é a Impulsionadora de Negócios Pricila Stuani, que vem de São Paulo especialmente para o evento, e irá compartilhar suas experiências por trás de grandes marcas e profissionais nas mídias sociais. Nesta entrevista que fizemos com ela, podemos ter um gostinho da palestra que vem por aí.

Profissional de Marketing, empreendedora e influenciadora em São Paulo, Priscila foi presidente do Blog Implantando Marketing. Através de suas redes sociais se tornou estrategista de carreiras de grandes profissionais no mercado paulista. Além de desenvolver conteúdos para diversos blogs, já palestrou em diversos congressos online e atua como instrutora de Marketing no Alura Cursos Online.

No 1º Encontro de Influenciadores Digitais RS ela divide o palco com o profissional de Marketing Mateus Rosa para falar sobre como impulsionar a presença digital através das redes sociais, e mostrar como ter um propósito pode ajudar a melhorar a relevância no universo digital.

Confira a entrevista:

1- Com a tua experiência em trabalhar e impulsionar marcas pessoais e profissionais nas redes sociais: o que está por trás de um nome/marca com grande potencial de engajamento hoje?

Quando falamos em marca pessoal precisamos lembrar que é importante você pensar sobre quais são seus objetivos. É importante realizar uma reflexão sobre alguns temas, como por exemplo: quem é você, o que você tem a oferecer ao mercado, em quanto tempo, quais são os seus sonhos e como você quer ser percebido pelas pessoas. A partir disso, você começa a entender como será possível comunicar-se com o mercado. Então você terá um blog para compartilhar conteúdo para ajudar as pessoas a resolverem problemas? Você pretende vender algum tipo de serviço? Como usar o conteúdo a favor dessa estratégia é o ponto chave de tudo isso.

Costumo dizer que as redes sociais ou até mesmo o blog é apenas o meio, a ferramenta. Mais importante que dominar as melhores práticas de gestão nas redes sociais e de criação de conteúdo é ter o que dizer e saber para quem dizer. Um influenciador precisa ter claro o que ele pretende oferecer às pessoas e ao mercado, além disso consegue definir quais são as suas prioridades e onde pretende atuar para garantir a manutenção dessa autoridade.

2- Influenciador digital é sinônimo de grande número de seguidores nas redes sociais?

Na minha opinião, esse é o ponto mais polêmico quando falamos em redes sociais. Sem dúvidas ter uma enorme quantidade de seguidores em seus perfis faz bem para o ego, atrai comentários como “Nossa, olha como ela é importante”. Mas vendo o outro lado da moeda, isso nem sempre é relevante. Cansei de ver fanpages e perfis em outras redes sociais com muitos seguidores, mas quando tive acesso ao analytics desses perfis, notei que o engajamento era muito baixo. Ou seja: as pessoas que estão lá não comentam, não compartilham nem dão likes nas postagens. Então o que elas fazem lá? Provavelmente, não muita coisa. Agora quando falamos de um perfil que pode ter um número menor de seguidores mas tem engajamento nas publicações, para mim, essa pode ser mais influenciadora do que outros perfis com milhares de seguidores. É importante fugirmos das métricas de vaidade. Ter alto número de seguidores, likes ou fans não é sinônimo de relevância. Atente-se sempre ao conteúdo que você publica, compare os horários, as chamadas e analise mês a mês se o número de engajamento melhora. Preocupe-se com o que publicar, o aumento do número de seguidores é consequência de uma boa estratégia de conteúdo.

3- Nos dias de hoje o que caracteriza alguém como influenciador digital?

Nesse caso, ter um blog e publicações constantes nas redes sociais podem ser ótimas opções para aumentar a relevância de um influenciador. Como eu comentei na questão anterior, apenas ter um número considerável de seguidores não é o suficiente para definir se um perfil é influenciador digital ou não.

Existem algumas ferramentas que podem medir a presença digital dessas pessoas, como o Klout, por exemplo. Seu uso é gratuito e você pode vincular as suas contas para ele analisar o impacto que as suas publicações geram. Ao criar a sua conta, o seu score pode ser baixo, mas com o tempo, se você tiver publicações constantes e relevantes, esse número pode aumentar. A pontuação do Klout vai de 0 a 100, e quanto maior for esse número, maior é a sua influência.

Para você identificar a relevância de um perfil, você pode procurar pela pessoa através do campo de busca, conforme imagem abaixo:

ilustra_entrevistapriscila

Meu score é de 64 e do Mateus Rosa é 60. O Klout chega nesse número através das redes sociais que nós sincronizamos em nosso perfil e de acordo com as publicações que fazemos, ele analisa o impacto que elas geram.

4- Você concorda que o influenciador digital é uma nova profissão, ainda em formação? E o que faltaria nesta formação, pra maioria dos novos profissionais que surgem nesse meio?

Concordo. Pelo menos no meu caso os convites que surgiram para eu experimentar ou conhecer algum produto ou serviço foram de forma inesperada. Por mais que eu trabalhe com Marketing alguns anos, não tinha pensado em orquestrar minha aproximação de algumas marcas. Por exemplo, conheci o Todoist Brasil através da recomendação de uma amiga nos comentários do meu post em um blog que falava sobre produtividade. Eles descobriram esse post onde  eu compartilhava dicas do que eu fazia para me manter mais produtiva e me deram um acesso free para conhecer a ferramenta e compartilhar a minha opinião com eles.

No meu caso, tive várias oportunidades de conhecer produtos e serviços que surgiram porque eu fiz comentários no meu Twitter de forma genuína. Digo isso porque não foi algo que pensei “Vou perguntar qual a melhor academia de São Paulo para ver se a Bio Ritmo (uma das melhores academias da cidade na minha opinião) me convida para fazer uma semana de aulas grátis”.

Mas partindo do princípio que você queira trabalhar de forma mais focada como um influenciador digital, acredito que seja importante ter uma boa presença no ambiente digital, que pode ser comprovado através do seu score do Klout, além do número de seguidores e taxas de engajamentos, que podem ser extraídos através dos analytics das redes sociais que você utilizar. Selecione marcas e serviços que você tenha interesse em compartilhar algum tipo de experiência. Entre em contato com essas empresas e verifique se eles tem um programa de incentivo para influenciadores. Se a resposta for positiva, envie um email para se apresentar, demonstre o impacto positivo que as suas redes sociais e blog (ou vlog) possuem para que eles vejam que você pode ser um influenciador na área que eles atuam. Mas outra maneira de você se aproximar de marcas é avisá-las quando você publicar algum artigo onde ela foi mencionada. Avise por email ou através de alguma rede social dessa marca. As chances de você ganhar uma menção é muito grande e isso pode te ajudar a ganhar mais clicks no seu post.

5- Aqui no Estado lançamos o RSbloggers, uma rede que fomenta este mercado de influenciadores locais, promove o networking, capacitação e conteúdo voltado para este público. Qual a importância de projetos assim, neste momento em que tantos canais digitais surgem a cada dia?

Acho a iniciativa fantástica! Acredito muito que compartilhar é a nova forma de se aprender. Em minhas andanças por eventos e cursos, percebi que a maioria das pessoas enfrentam os mesmos problemas, o grau de dificuldade pode variar, mas em geral, as questões são sempre as mesmas: como eu posso ser mais influente? Como ser mais relevante? Como melhorar a minha comunicação com o meu público e com as marcas que tenho interesse? E a partir do momento que você gera um ambiente saudável de aprendizado, onde as pessoas estão ali para compartilhar suas experiências, tanto positivas como negativas, as coisas começam a tomar um rumo diferente. Nesse caso, acredito que a profissionalização desses profissionais gera um empoderamento onde todos tendem a ganhar: influenciador, clientes e consequentemente, as marcas que passarão a ter mais confiança nessa estratégia de usar os influenciadores para potencializar experiências.

6- Compartilhe conosco um dos tantos cases de sucesso no teu portfólio. Uma marca que tenhas ajudado a impulsionar nas mídias sociais.

Uma das experiências que guardo com muito carinho foi trabalhar por mais de dois anos com o Henrique Carvalho, do Viver de Blog. Sempre fui fã do trabalho dele e ao ler os posts do seu blog, costumava deixar um comentário. Isso contou pontos a meu favor quando ele precisou contratar um social media para ajudá-lo a divulgar seu trabalho nas redes sociais. Pois eu acompanhava o seu trabalho e tinha familiaridade com o Social Media.

Desde então, eu gerenciava a sua conta no Twitter, Company Page e Instagram (outros perfis era geridos por outra profissional) com muita liberdade para promover as interações e postagens, sempre alinhados com os interesses estratégicos do Viver de Blog, mas a liberdade era o que mais me motivava. Afinal de contas, não existe receita pronta para atuar nas redes sociais e uma boa estratégia precisa ser lapidada para chegar no estado da arte. Os posts do blog eram riquíssimos e minha missão era usar uma linguagem adaptada para cada rede social afim de engajar a sua audiência.

SERVIÇO

1º Encontro de Influenciadores Digitais RS – “Influenciando através do vídeo”

Dia 2 de julho, das 14h às 21h

Na Maktub (Rua Matias José Bins, 1249, Bairro Três Figueiras)

www.namaktub.com.br

Ingressos:

1º Lote – R$ 50,00 (ESGOTADO)

2º Lote – R$ 80,00

No local – R$ 100,00

 

Ponto de venda online: https://goo.gl/yrq1QG

 

Realização: RSbloggers

Apoios: Ibis Styles POA, Pura Doçura, Coral Brasil, Merci Decor e JPS.

Patrocínio: Maktub

Anterior 6 perfis de casamento para seguir no Pinterest | Além do Look do Dia
Próxima Verde Menta na decoração | k+arquitetura

Pin It on Pinterest

Share This