Bienal do Mercosul realiza seminário internacional em Porto Alegre

Bienal do Mercosul realiza seminário internacional em Porto Alegre

Você sabe quais são os lugares de memória das culturas de matriz africana que vieram para a América do Sul no período do tráfico de escravos? São museus, monumentos, sítios arqueológicos, além de tradições orais, festas e rituais.

A 11ª Bienal do Mercosul traz, mais uma vez, estas questões, e agora em um evento que conta com presenças de especialistas no assunto. De Moçambique: Severino Ngoenha; do Senegal: Malick Kane; do Uruguai: Oscar Montaño e do Brasil: José Rivair Macedo, Iosvaldyr Carvalho Bittencourt Jr., Milton Guran, Luis Cláudio Symanski, Rafael Sanzio Araújo dos Anjos. O Seminário “Lugares de Memória no Triângulo do Atlântico” acontece na faculdade de comunicação da UFRGS.

Serão abordados aspectos históricos, geográficos, antropológicos, culturais e filosóficos das relações entre o Brasil e a África. Nas idas e vindas dos navios negreiros: as ideias, tradições, conhecimentos, estilos culturais e sistemas de valores europeus, africanos e americanos. As relações estabelecidas da maior migração forçada da história e a reconstrução de suas identidades e história, a partir de um duplo processo de desterritorialização: o primeiro, em relação aos lugares de origem no continente africano; e o segundo, na privação do direito de ir e vir, condição imposta pelo cativeiro na América. Nesta condição que os africanos e seus descendentes recriaram suas referências sócio-culturais, identificando na África uma matriz com sentidos novos à sua existência, e formas de resistir diante da profunda opressão. O objetivo deste evento é reunir especialistas que se dedicam ao estudo dos lugares de memória (museus, monumentos, sítios arqueológicos, tradição oral, festas e rituais) deste Atlântico Negro, com ênfase no fluxo e refluxo entre o Brasil e a África.

No cronograma estão palestras, conferências, lançamento de livros, e projeções de documentário. As atividades são abertas ao público, e é necessária a inscrição de quem desejar certificado de participação. O evento tem realização da Fundação Bienal, UFRGS (Departamento de Educação e Desenvolvimento Social – DEDS) e Santander Cultural. Apoios: Lojas Renner, Instituto Unimed e Lojas Pompéia.

Confira a programação completa:

* DIA 24 de agosto:

-> TARDE

14h: Apresentação geral do evento (José Rivair Macedo)

14h30: Sessão de Abertura

15h: José Rivair Macedo: “A primeira embaixada africana ao Brasil (Salvador, 1750)”

16h30: Projeção do documentário Atlântico negro: na rota dos Orixás, de Renato Barbieri (1998), com comentários de Milton Guran

19h: Malick Kane (Senegal) – “Transatlanticidade: sobre o AfricanBurial Ground

New York e o projeto do Mémorial de Gorée no Senegal”

* DIA 25/08/2017

-> MANHÃ

10h: Milton Guran:“Cais do Valongo: passado, presente e futuro”

11h: Luis Cláudio Symanski: “Diversidade Material e Cosmologias: um estudo comparativo de senzalas do Sudeste e Centro-oeste do Brasil

12h: Intervalo para almoço
-> TARDE

14h: Rafael Sanzio Araújo dos Anjos: “Os quilombos e o Brasil africano visível-invisível”

15h: Iosvaldyr Carvalho Bittencourt Jr: “Diáspora africana: maçambique de Osório, memória, ressignificação cultural e política quilombola”

16h: Oscar Montaño (Uruguay): “Batuque de Candombe. Sala de Nación como espacio de Resistencia”

17h: Lançamento de livros

17h30: Projeção do documentário A tradição do Bará do Mercado, dirigido por Ana Luiza Carvalho da Rocha (2008) – com comentários de Ana Luiza Carvalho da Rocha e Iosvaldyr Carvalho Bittencourt Jr.

->NOITE

19h30: Conferência de encerramento – Severino Elias Ngoenha (Moçambique): “Ubuntu, um desafio africano para o mundo”.

SERVIÇO:
“Lugares de Memória no Triângulo do Atlântico”
Data: 24 e 25 de agosto.
Local: Auditório 1 da Faculdade Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Inscrições: para quem quiser certificado basta chegar no dia 24 às 13h30 no local do evento.
ENTRADA GRATUITA

Informações via assessoria de imprensa
Anterior Da festa ao café da manhã no Hotel Ibis Igrejinha | Gastroterapia
Próxima Panvel Glow está de cara nova

Pin It on Pinterest

Share This